Internacional

Vigo pedirá en referendo a adhesión a Portugal


Polo menos douscentos cincuenta mil vigueses están chamados ás urnas para decidir en referendo o futuro da cidade de Vigo.

Habitante de Vigo defensor da incorporación á República de Portugal

Habitante de Vigo defensor da incorporación á República de Portugal

Despois de anos de rumores e difamacións acerca da procedencia e nacionalidade dos habitantes vigueses, o levantamento popular das clases lusistas da cidade, fará posíbel este pronuciamento.

As opción que se presentarán en dito referendo serán:

  1. Os habitantes de Vigo dependerán de Galiza como ente autónomo e soberano, deixando atrás a actual dependencia española.
  2. Vigo seguirá pertencendo ao reino de España.
  3. Vigo consumará a súa independencia plena, para posterior adhesión á República de Portugal como Estado-Cidade Federada.

Sendo esta última opción con máis peso dentro da propia cidadanía viguesa.

Se os habitantes da cidade votan pola saída da autonomía galega, e por tanto da española, o seguinte paso será o ingreso de Vigo no seo da República de Portugal, pasando así a ser a terceira cidade máis habitada do país luso.

As autoridades de Vigo contemplan que polo menos o 70 por cento dos habitantes da cidade participarán na votación e que a abafadora maioría farao a favor da saída do seo de España.

Na consulta poden participar todos os cidadáns de Vigo maiores de idade residentes en na cidade, así como os portugueses con permiso de residencia.

Vigo súmase así ao rebufo do éxito da consulta popular en Crimea, na que os seus habitantes, por ampla maioría, decidín libremente convivir dentro da federación de Rusia.

En tanto, España e a Unión Europea deixaron claro que non recoñecerán os resultados do referendo e que, en xeral, non o consideran lexítimo.

Pola súa parte Artur Mas pronunciábase a favor da consulta viguesa, e afirmaba que “o pobo de Vigo debe ser dona do seu futuro, e desde Catalunya apoiaremos a súa consulta”.

Bandeira independentista de Vigo

Bandeira independentista de Vigo

Advertisements

99 thoughts on “Vigo pedirá en referendo a adhesión a Portugal

    • Tem toda a razão! De facto, caros galegos, não se esqueçam que em Portugal há, nas elites, mais espanhóis de pensamento que portugueses genuínos – não é por acaso que Portugal está na situação em que se encontra…

      • amigos galegos, não façam caso deste tipo de pessoas
        aqui em Portugal, principalmente no norte, também existe muita mentalidade independentista, era surreal, no bom sentido, o norte de Portugal unir-se com a Galiza.

      • Surreal porque? Se muitos nortenhos sentem mais afinidade com a Galiza que com o Sul do pais e capital? E nao chamem espanhois aos galegos. Sao tao espanhois como nos eramos em 1639…

    • Não queremos filhos da puta xenófobos como tu em Portugal, vai tu para o caralho que ta foda, porco fascista!

      • És tão atrasado que devias ser esterelizado a bem do fundo genetico da humanidade.

    • Alem de Lisboeta deves ser adepto do barcelona tambem. Por mim podem vir á vontade…. sempre tenho mais afinidade com o pessoal de Vigo que com determinados murcões anti-tudo.
      Perfeito, perfeito era o norte de Portugal (tudo acima de coimbra) e a Galiza juntos num “Principado Portucalense”…. depois iam os Alentejanos plantar batatas para o Alentejo para sustentar os mamões dos Lisboetas.
      O Norte trabalha e o sul mama

      • O Algarve gera 60% das receitas turísticas do país que aqui são recebidas e entregues de mão beijada ao poder central…
        No entanto, em eleitores, o Algarve representa apenas 3% do total do país… Ou seja, não tem qualquer expressão nos círculos de decisão, não temos qualquer representação.
        Só se lembram durante um mês ou dois ou três fins de semana por ano e muitas vezes para criticar que o serviço é mau ou que as pessoas são antipáticas esquecendo-se que nessa meia dúzia de dias a população do Algarve quadriplica (sim, quadriplica).
        Devolvam-nos metade (sim, metade chega, 3% é que não dá) das receitas que geramos, para investimento em infraestruturas e equipamentos e deixaria de haver queixas..

    • Os galegos não são espanhois…
      Se alguma coisa, são +- portugueses (Na verdade, nós é que somos galegos)
      Vai levar a tua ignorancia pó caralho

      Galegos, bem.vindos 😀

  1. Pingback: Ante os temores de secesión de Vigo, Ourense reclamará dereitos sobre a Praia de Samil | Tempos Galegos

  2. Pingback: Vigo vai pedir referendo de adesão a Portugal – i2014

  3. Esqueçam Portuga, peçam anexação pelo Norte, nós vamos tratar do nosso referendo de independência, que os oligarcas de Lisboa vão chamar ilegal mas a gente não liga

    • Faz mas um referendo na tua casa a pedir independência em relação a todo o país.
      Tirando ALGUMAS almas iluminadas que existem na cidade do Porto, nunca se ouviu esses tipos de comentários no Norte.

  4. Isso é pensar pequeno, o norte de Portugal e a Galiza juntos, isso sim seria uma nação em condições.

  5. Pingback: Tu não te desgraces | BLASFÉMIAS

  6. Historicamente e sociologicamente o noroeste peninsular tem implícito um mesmo Povo, que foi repartido entre dois Estados, desde a zanga de Afonso Henriques com a sua mãe, devido ao padrasto Galego.
    Esta guerra entre filho e mãe devidiu todo um povo!
    Mas oitocentos anos de separação e de regimes centralistas e totalitários não conseguiram abafar a realidade sociológica e milenar (que vem sempre ao de cima, por cima dos regimes e dos séculos): dos dois lados do Rio Minho vive o mesmo povo!
    O Reino da Galiza foi a nação que melhor institucionalizou esse povo: uma Grande Galiza, da Corunha ao Porto e com a sua capital histórica em Braga (desde o reino Suevo e depois continado no Reino da Galiza).
    Mas não digam isso às pessoas de Lisboa (não conhecem esta realidade, nem querem ouvir falar nisso, desprezando e desdenhando para que nem se fale).
    Nem às pessoas de Madrid, claro.
    Mas de ambos os lados do rio, sabemos se somos mais próximos dos do outro lado, ou de Lisboa ou Madrid…

    • Sim senhor…com que então os “nortenhos” querem independência tb? o que o futebol faz…! Se não somos espanhóis não é por acaso! Podiamos ser mais um estado a reclamar independência como a galiza, pais basco, catalunha, etc. Mas para o mal e para o bem somos um dos países independentes com fronteiras definidas mais antigos da Europa. 875 anos para o lixo?! Paises perfeitos não existem. Corrupção existe em todo o lado. Se este pais fosse governado pelos autarcas aqui do norte isto era pior que a Cicilia! O que é certo é que sejas do minho ou do algarve, quando toca o hino nacional sentes que é o teu hino. Sou de Vila Real (NORTE) e orgulho-me de ser Português. Eu e a maioria dos 10milhões de portugueses.
      Nunca o desejo de independência existiu em Portugal. Apenas a Madeira com o lunático do seu governador! Espanhóis…invejem-nos pois têm razão para isso!

    • Tanta letra para quê…o teu problema é a bola.Apostava a cortar os tomates como és adepto dos corruptos de contumil e anti-BENFICA.Mete a bola no cú ó Tone do caralho.

    • Principado Portucalense…. estilo Monaco mas sem monarquia.. ou faziamos um referendo para ver se queriamos monaquia ou nao

      • Boa!!! Venha a Monárquia. Estou farto desta Republica com as Mamas de Fora para o Grandes irem mamar.

      • no tempo DOS ROMANOS, A GALIZA ESTAVA DIVIDIDA EM TRÊS CONVENTOS JURÍDICOS: BRÁCARA, LUCUS E ASTÚRICA AUGUSTA. VICUS E TUDE ATÉ PONTEVEDRA PERTENCIAM AO CONVENTO BRACARENSE. NA IDADE MÉDIA, PERTENCEU A D.TERESA E O FILHO, AFONSO HENRIQUES QUIS APODERAR-SE DAQURLA REGIÃO QUE CONSIDERAVA SUA HERANÇA MAS O PRIMO AFONSO VII DE LEÃO E CASTELA NÃO DEIXOU.

  7. A seguir somos nós!
    Minho, Douro Litoral, Trás os Montes e Alto Douro e as Beiras, pedimos independência de Lisboa e juntamo-nos aos Galegos!

    • Eu faria melhor. Referendava a indepêdencia de todo o país em relação a Lisboa e ao Porto, não posso com estas 2 cidades. Uns tem a mania que são Portugal, e os outros acham que representam toda uma região que curiosamente não os vê como tal!

      • MAS AFINAL APENAS SE ESTÁ A TRATAR DA ADESÃO DE VIGO A PORTUGAL QUE NADA TEM A VER COM PORTO E LISBOA! FALA-SE EM ALHOS E VÊM LOGO FALAR DE BOGALHOS! É MESMO PORTUGUÊS, NÃO HÁ DÚVIDA!

  8. Eu sou de Lisboa e adoro a Galiza. Se essa for a decisão do povo galego serão bem vindos, se não for, serão bem recebidos sempre!

  9. hahaha espanhois a tentar insultar galegos em portugues, sempre com os ataques de falsa bandeira. Nunca mudam estes castelhanos

  10. Sou Lisboeta, e adoro todo o meu país, seja Sul, Centro ou Norte, Para vossa informação a maioria das pessoas que residem e trabalham em Lisboa não são os verdadeiros Lisboetas, mas sim, pelos fenómenos de migração, Alentejanos, Nortenhos, Ribatejanos, Algarvios, etc. Acredito num Portugal unido, e apoio incondicionalmente a adesão de Vigo. Espero que a história seja respeitada e que TODOS OS PORTUGUESES, se unam e fortaleçam. Quero ainda dizer que tenho muitos amigos do Norte e que existe entre nós imenso respeito. As guerras entre Norte e Sul são claramente inventadas por quem nos quer desunir. Há que perceber que todas as novas gerações nada têm a ver com o que se praticou à centenas de anos!

    • Caro amigo, nunca houve essa guerra até aparecer um certo senhor da fruta que usou o separatismo como arma de arremesso para o FUTEBOL.

    • ESTOU DE ACORDO. O FENÓMENO PORTUGUÊS É MUITO RARO. PORTUGAL FORMADO POR VÁRIAS ETNIAS, CREDOS E REGIÕES DIFERENTES, CONSEGUIU OBTER UMA UNIDADE POLÍTICA, DESDE O MINHO AO ALGARVE, QUE NUNCA SE DESUNIU ATRAVÉS DOS SÉCULOS. A UNIÃO DE VIGO E ATÉ DE TODA A GALÉCIA, A PORTUGAL SERIA NATURAL E TUDO FICARIA ATÉ MAIS LEGÍTIMO DO QUE SUBMETIDA A MADRID EM CASTELA.

  11. Com o procedente da Ucrânia ,Crimeia ,Russia ,vamos assistir a uma separação de Aldeias ,Vilas ,Cidades Paises,etc,neste contesto acho que vai haver novamente e tudo porque o Sr Putin assim comunga ,não medindo as consequencias

    • Engano, engano… quem começou isto tudo foi a “europa” (Alemanha/França) no Kosovo. Quando se permitiu que o berço de uma nação se tornasse independente da mesma abriu-se a “caixa de pandora” (lembro-me bem da frase “Os kosovares têm o direito de escolher o seu destino”) . Foi esse o precedente, a Crimeia já vem por arrasto, e outros se seguirão.

  12. Almada declara também independência e junta-se a Vigo para fundar uma nova República cujo primeiro ato oficial é invadir a Crimeia.
    Russos, mijem-se de medo!

  13. Quero ser Espanhol !!!
    Voces estão todos loucos!!!
    Estou farto de ser governado por imbeceis e tontos.

  14. Amigos da Galiza: é claro que serão muito bem-vindos a este “jardim à beira-mar plantado”.
    Muitos comentários aqui dos vossos irmãos tugas são da mais divina comédia, no entanto, não o levem a mal e riam-se que nós todos gostamos de bom-humor.
    Para quem conhece um pouco de História, a situação da Crimeia é efectivamente similar à da Galiza por razões históricas, de povo/população comum e acima e tudo culturais. Daí a Cultura Galaico-Portuguesa…
    Para quem não sabe, esta questão é secular. Ainda me lembro de em 1988, numa 1ª visita à Galiza, ver escrito em vários locais que a Galiza não era Espanha. Ou quando os clubes de futebol galego queriam aderir à Liga Portuguesa. Ou quando em Vigo, numa fabulosa marisqueira, cometi o MAIOR ERRO DA MINHA VIDA: FALEI CASTELHANO NA GALIZA! Imediatamente o Sr. que me atendeu me disse: nós somos irmãos, falamos a nossa língua! Foi uma grande lição.
    Vamos criar o nosso novo Estado e aproveitar para “exportar” para Espanha todos os corruptos que tivermos por aí e por aqui!

    • Acrescento ainda que, sendo de Oeiras, declaro a nossa independência e vou enviar 2 batalhões de surfistas anexar todos os territórios até ao Guincho!
      Será o Reino Tuga-Tio! (Sintra está incluída mas,Cacém e afins ficam de fora porque a malta não quer problemas nem chatices com aquele pessoal: se quiserem ir à praia, vão ter de pagar um Visto de Fim-de-Semana. Mais nada!

  15. ¡ ÄRDELHE O EIXE , CARBALHEIRA !!…-.. 4º Opción/opcióm/opçâo : Ente Autonomo do Miño/Minho , dende o Verdugo ata/até o Miño/Minho , con descontos especiais nas feiras de Valença M.(Mierc./4ªf.) , VNCerveira (Sab.) , etc , e no Pingo Doce e Rei dos Leitôes , na 6ª feira , e tambem no Corte Inghlés ,
    Samil ,…. e Peinador

  16. Acho piada que sao os portugueses todos a comentar um jornal espanhol e so existem 2 espanhois w comentaram este artigo,um a fazer publicidade ao pingo doce etc e outro a dizer se alguem acreditava nessa merda,adoro ser portugues mas a realidade é esta nos fazemos a festa lançamos os foguetes apanhamos as canas e vamos embora para casa,acho um pouco triste mas pronto

  17. ESTIMADO “ULTIMO ANONIMO” E RESTO DA XENTE : “¡ UN POUCO DE HUMOR ,HOME ! ,MIRADE (OLHADE) O RESTO DAS “NOTICIAS” DE ESTA WEB
    ¡DE COÑA (BRINCADEIRA) !, ¿ONDE FOI A RETRANCA (IRONIA ,ETC) ?, SE NOTAN QUEN SON OS VECIÑOS DA OUTRA BANDA DO.MIÑO E OS DE MAIS LONXE…
    HOXE E FESTA LOCAL (FEIRADO) EN VIGO : “A RECONQUISTA” (AOS FRANCESES) ,E UN DOS PROTAGONISTAS FOI O T.TE ALMEIDA
    PORTUGUES, BOM DIA A TODOS , E MAIS A OS MINHOTAS,
    AH !..,AO “PINGO DOCE ” VOU POUCO .E ALGO CARO

  18. Portugal e Galiza são povos irmãos. Que venham que serão bem recebidos. Os galegos não são castelhanos.

  19. Coitados, deve ser piada, só pode ser, saír da merda para ficar numa merda pior???…só pode ser piada 🙂

  20. É Triste ver o QI de certas pessoas na Internet.
    Quando a mim não me importo nada de que Vigo se junte a Portugal.
    Mas os Habitantes de Vigo também têm de perceber que Portugal não é o Paraiso, e pelo andar da coisa daqui a uns 7 a 10 anos temos os FMI cá Outra vez, para manter uma boa media de Visitas…

  21. …Gosto muito da Galiza, independente de ela pertencer, ou querer pertencer a quem quer que seja…(!?) Desde o Monte de Sta. Cleta, ate a Praça Maria Pita, na Corunha…Passando pelo Majestoso, Santiago…Comendo umas boas mariscadas, e onde nao tenho dificuladade em falar e me sinto como em Casa…quero la saber, quem sera o Rei ou a Rainha, que vai governar aquilo…!? Ate pode ser mesmo a Maria Pita, ou a Maria da Fonte !

  22. GALIZA
    Desde os tempos livres, gallaecia celtica,
    Do pisar do chão druídico Atlântico
    Clama o nosso povo a Liberdade
    Roubada por um povo estranho e bruto!
    Sobre os ossos dos avós da nossa Terra,
    Passeia a bruta gente degradante
    Roubando a nossa língua à nossa Gente
    Trazendo ao nosso povo infâmia e guerra!
    Que o clamor do nosso povo, dividido,
    Seja ouvido pelos homens bons do mundo
    E um deles, filho nosso, nosso Clã,
    Connosco queira à Terra Nossa Breogã!
    Agigantam-se os Heróis da nossa Terra!
    Ondas de revolta expandem-se no ar…
    Levanta-se o povo a gritar e a cantar
    Que o ocupante negro e bruto haverá de expulsar!
    AGM
    GALIZA CEIBE!

Deixar unha resposta

introduce os teu datos ou preme nunha das iconas:

Logotipo de WordPress.com

Estás a comentar desde a túa conta de WordPress.com. Sair /  Cambiar )

Google photo

Estás a comentar desde a túa conta de Google. Sair /  Cambiar )

Twitter picture

Estás a comentar desde a túa conta de Twitter. Sair /  Cambiar )

Facebook photo

Estás a comentar desde a túa conta de Facebook. Sair /  Cambiar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.